APP VE

COMO DEFINIR UMA ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO INTELIGENTE

12 Nov. 2019 Opinião

Se por um lado é óbvio que a definição de uma estratégia de investimento é de extrema importância para o sucesso de um negócio, na prática verifica-se em muitos casos que o processo de definição da estratégia de investimento é um processo pouco científico e minucioso. Uma estratégia de investimento eficaz deve definir (i) a política de alocação de recursos financeiros; (ii) as expectativas de rentabilidade do investimento; e (iii) contribuir para o aumento sustentável do valor accionista. 

Política de alocação de recursos financeiros

A estratégia de investimento deve ser a ferramenta que a empresa utiliza para limitar a alocação de recursos às melhores oportunidades de desenvolvimento do negócio.

Em função dos seus objectivos, do estádio que ocupam no ciclo de crescimento e do seu posicionamento competitivo, empresas diferentes definem a alocação de capital de maneiras diferentes.

A nossa experiência nos mercados demonstra que um negócio que adopte uma abordagem formal e sistemática da alocação de capital estará mais bem posicionado para maximizar o valor criado pelas oportunidades. No entanto, num estudo recente da EY com a participação de mais de 500 CFO globais, cerca de 72% admitem que o seu processo de alocação de capital deve ser aprimorado. A chave está em determinar a combinação perfeita entre investir no crescimento do negócio e captação de novos clientes (que pode ser através de crescimento orgânico ou M&A) e investir na consolidação de margem com vista à maximização da remuneração accionista futura. 

Estabelecer expectativas de remuneração de investimento

A avaliação da performance da função de investimento deverá ir além da medição do Return On Investment (ROI). A estratégia de investimento deverá ter em consideração as expectativas que os diversos stakeholders internos e externos, assim como o posicionamento no mercado, contribuição para a produtividade e impacto nos recursos humanos (estratégias de crescimento têm normalmente um impacto positivo na motivação dos recursos humanos).

Ter os dados certos e as ferramentas analíticas adequadas para avaliar os dados, juntamente com a análise estatística adequada, é essencial não apenas para tomar decisões de alocação de capital, mas também para analisar o desempenho dos investimentos realizados no passado, a fim de corrigir correctamente quando necessário e aprender lições para optimizar decisões futuras. Critérios de medição claramente definidos e indicadores robustos construídos em torno da análise de dados são um pilar fundamental de uma estrutura eficaz de alocação de capital.

Contribuir para o aumento sustentável do valor accionista

Baseando-se na estratégia da empresa, as unidades de negócios podem aumentar o valor do investidor para além da soma do valor dos seus activos físicos e intelectuais. Ao fazer escolhas estratégicas racionais sobre os investimentos e a alocação de recursos financeiros, a gestão aumenta a probabilidade de que as actividades das unidades de negócio tenham sucesso e assim aumentar o valor do negócio.

A chave da sustentabilidade está na definição dos incentivos da gestão, os quais não devem ser centralizados sobre a rentabilidade de curto prazo e libertação de cash imediata. Incutir uma cultura de gestão que equilibre o risco de longo e curto prazos com o ROI pode ajudar a garantir que os executivos não tomam decisões que possam dar um impulso de curto prazo ao preço das acções, sacrificando a rentabilidade futura ou mesmo a sustentabilidade do negócio.

António  Oliveira

António Oliveira

Partner EY, Advisory Services