SUBSCRIÇÃO
LICENÇAS SUSPENSAS DESDE 2020

Há três anos que a exploração de madeira no Cunene é ilegal

Desde 2020 que a atribuição de licenças às empresas de exploração madeireira, no Cunene, está suspensa devido aos problemas das alterações climáticas que afectam a região, mas a exploração continua a ser feita de forma ilegal por empresas não licenciadas para a actividade.

Há três anos que a exploração de madeira no Cunene é ilegal

A denúncia é do chefe do Instituto de Desenvolvimento Florestal no Cunene, Dumbo Mupei, que refere que o sector controla 22 empresas que não exercem actividades, fruto da proibição da emissão de alvarás por parte do órgão central. “O não licenciamento de empresas é uma orientação específica para a província do Cunene, devido às situações de secas cíclicas e inundações que a região enfrenta nos últimos anos”, especifica.

De acordo com o responsável, toda actividade relacionada com a exploração de recursos florestais deve ser de forma regrada, dado o impacto que tem sobre as alterações climáticas.

Para ler o artigo completo no Jornal em PDF, faça já a sua assinatura, clicando em ‘Assine já’ no canto superior direito deste site.