Anúncio de subscrição
GARANTE GOVERNO NO DIA INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE

Conservação da biodiversidade entre as prioridades de Angola

SUSTENTABILIDADE. Para manutenção da estratégia, Instituto Nacional da Biodiversidade e Conservação (INBC) assegura que estão a ser tomadas medidas formativas, preventivas, representativas e reparatórias, conforme a legislação de crimes ambientais.

 

 

Conservação da biodiversidade entre as prioridades de Angola

A recuperação, o contínuo fortalecimento da conservação e a salvaguarda da biodiversidade continua a ser uma das grandes apostas de Angola. A garantia é da directora do Instituto Nacional da Biodiversidade e Conservação (INBC), que, neste sábado, reiterou que o desafio consta da ‘Estratégia Nacional da Biodiversidade’.

Para Albertina Nzunzi, o plano de acção visa garantir que, até 2025, os ecossistemas sejam resilientes e possam fornecer serviços essenciais e contribuir para o bem-estar da população.

Na celebração do Dia Internacional da Biodiversidade, 22 de Maio, a responsável avançou que a estratégia começou a ser implementada pelo INBC já desde 2019, em parceria com o PNUD.

Segundo Albertina Nzinzi, a ideia consiste na implementação de projectos de expansão e fortalecimento de áreas de conservação, criação da primeira área de conservação marinha em Angola, bem como acabar com o conflito homem e animal e a caça furtiva.

Como medidas para melhor executar as tarefas, vão sendo realizadas campanhas de sensibilização nas comunidades, para a conservação de zonas húmidas e espécies em todo o território nacional, formação sobre crimes ambientais e a legislação.

Para a sustentabilidade da estratégia, Nzunzi assegura que estão a ser tomadas medidas formativas, preventivas, representativas e reparatórias, conforme a legislação de crimes ambientais, graças as quais a biodiversidade nacional está em franca recuperação, principalmente as espécies de grande porte, fáceis de observar e mais vulneráveis às actividades humanas.

A actual estratégia tem como base as metas do PDN 2018/2022 e na Estratégia Nacional a Longo Prazo, Angola 2020/2025, para manter os serviços de ecossistemas, manutenção de um ambiente sadio e não poluído e partilha de benefícios essenciais.

CONSCIENCIALIZAÇÃO DA POPULAÇÃO

Com celebração anual, a data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 22 de Maio de 1992, tem o intuito consciencializar a população de todo o mundo a respeito da importância da diversidade biológica e preservação da biodiversidade em todos os ecossistemas.

A efeméride visa homenagear o dia em que foi aprovado o texto final da Convenção da Diversidade Biológica, intitulado ‘Ata Final de Nairóbi da Conferência para a Adopção do Texto Acordado da Convenção sobre Diversidade Biológica”.

Anteriormente, o Dia Internacional da Biodiversidade era celebrado em 29 de Dezembro, data em que entrou em vigor a Convenção da Diversidade Biológica após a ratificação do acordo por mais de 160 países.

A biodiversidade é a base que sustenta toda a vida na terra e na água, ela afecta todos os aspectos da saúde humana ao fornecer ar e água limpos, alimentos nutritivos, medicamentos e resistência natural a doenças.

A data serve igualmente de reflexão sobre os 17 Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que visa estimular esforços para que, até 2030, todas as acções sejam aplicadas universalmente, e contribuam para o fim de todas as formas de pobreza, promovam a luta contra as desigualdades e combatam as alterações climáticas.