UNIDADE PERTENCE AO GRUPO CHINÊS SUNSHINE

Fábrica decontadores à espera da ENDE e da EPAL para iniciar produção

06 Oct. 2021 Empresas & Negócios

INDÚSTRIA. Resultante de um investimento de 17,5 milhões de dólares, unidade tem uma capacidade de produção de 400 mil contadores por ano.

Fábrica decontadores à espera da ENDE e da EPAL para iniciar produção

Depois de inaugurar, em Agosto, a Métricas Soluções, primeira fábrica de contadores de energia e de água do país, o grupo Sunshine continua a aguardar pela formalização do contrato com a Epal e a Ende, que são os principais potenciais clientes da fábrica.

Fonte da empresa garante ao Valor Económico que, apesar de ainda não estarem a distribuir os contadores por falta desta formalização, não estão preocupados por acreditarem que a relação vai concretizar-se a qualquer altura. Para já, garante, a empresa vai formando os técnicos angolanos.

Em declarações a este jornal, em Agosto, o PCA da empresa, Michael Chan, afirmou que o investimento foi motivado pelas necessidades do mercado angolano, tendo salientado que a distribuição e/ou venda dos contadores dependia da autorização da Ende já que os contadores de energia não são vendidos ao público.

“Vamos participar nos concursos de projectos de contadores de energia e água da Ende e da Epal. Já estamos a discutir e queremos cooperar com eles para exportar os contadores para outros países”, adiantou, assegurando que a fábrica já possui as condições completas para produzir, embora não tenham ainda qualquer pedido. Desde já, a expectativa é que, até ao fim do ano, comecem a fazer as primeiras entregas. ‘‘Mas isso depende da necessidade da Ende’’, precisa, argumentando ser da responsabilidade da empresa pública traçar os planos.

A fábrica conta com uma capacidade de produção anual de mais de 400 mil contadores para energia e água, estando a exploração da referida capacidade dependente da solicitação do mercado.

Na primeira fase, foram investidos, com capital próprio do grupo, 17,5 milhões de dólares, o que já permite o funcionamento da fábrica de contadores de energia. Na segunda fase, serão investidos mais 10 milhões para a conclusão da fábrica de contadores de água.

O grupo chinês Sunshine começou a operar em Angola em 2014 e conta com investimentos avaliados em mais de 200 milhões de dólares, tendo o foco na importação e exportação em vários sectores, no país desde 2004.

Com o lançamento do grupo em Angola, criaram as plataformas Tupuca, T’Leva, uma mina de exploração de nióbio e outra de diamante, além de ser o responsável pela importação da marca Jetour.

Angola é o primeiro mercado do grupo em África.

X